C.V.

 

 

 

O que estudaste?

 

Entrei na faculdade em 1996 e, a partir daí, estudei matemática... muita matemática! Passei 5 anos na Universidade de Coimbra e licenciei-me em Matemática - Ramo Educacional, para poder dar aulas ao 3º ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário.

 

 

É possível ser "normal" e licenciado em Matemática?

 

O curso de Matemática é um curso como os outros. Requer gosto pela área, IMENSA dedicação e, claro, um pouco de loucura! Pessoalmente, sempre gostei de Matemática e o trabalho não me mete medo... Estudar, investigar ou ensinar Matemática é muito agradável e, por outro lado, é um desafio permanente... Penso que quando era pequeno, via que os meus colegas tinham dificuldades nessa disciplina e penso que isso foi uma motivação para apostar nessa área! Também já ouvi dizer que muito cedo disse aos meus pais que um dia queria ser professor de Matemática. Quando esse dia chegou percebi que era mesmo isso que queria.

 

 

Quais as escolas onde leccionaste?

 

Em 2000/2001, no meu ano de estágio, leccionei o 10º ano na Escola Secundária da Quinta das Flores, em Coimbra.

 

[Escola Secundária da Quinta das flores
Rua pedro Nunes 3030-199 Coimbra - tel: 239 791 230
http://www.esec-qta-flores.rcts.pt/ ]

 

Em 2001/2002, tive 3 turmas de 7º ano (incluindo uma direcção de turma) e uma turma de 8º ano na Escola Básica 2,3 Amadeu Gaudêncio, na Nazaré.


[E.B. 2,3 Amadeu Gaudêncio
Apartado 99 2450-901 Nazaré - tel: 262 551430
http://www.eps-amadeu-gaudencio.rcts.pt/ ]


Em 2002/2003, estive na Escola Secundária de Peniche. Tive duas turmas de 10º ano (2º agrupamento), uma direcção de turma, além de aulas de Recorrente de Básico e Secundário.

 

[E.S. de Peniche
Av. 25 de Abril 2520-202 Peniche - tel: 262 780 340
http://www.esec-peniche.rcts.pt/ ]



Aproveito para mandar um grande abraço aos meus colegas e ex-alunos em Coimbra, na Nazaré e em Peniche.

 

 

Não é "frustrante" dar aulas de matemática?

 

Esta é uma pergunta que já me colocaram algumas vezes. Claro que não é! Adoro dar aulas, ou seja, adoro ensinar! E também adoro a matemática, por isso... Frequentemente surgem fantasmas em volta da matemática mas esses fantasmas só existem no imaginário de uma minoria de pessoas! Estou convencido que grande parte das pessoas gosta de matemática (embora nem sempre o admita) e que, além disso, a grande maioria está consciente da sua enorme utilidade tanto a nível do desenvolvimento cognitivo como nas aplicações científicas.

 

 

 

 

-   Manuel Marques  2003   -